Desconto em Games

Review | Silt (PS5)

Silt é o primeiro jogo do estúdio Spiral Circus e publicado pela Fireshine Games. Bebendo de muitas fontes já conhecidas no mercado de games, o título promete trazer uma nova roupagem ao gênero. Será que ele conseguiu cumprir o seu objetivo? Saiba mais em nosso review!

O que é Silt

Silt é um jogo de exploração e resolução de quebra-cabeças, onde você assume o controle de uma pessoa perdida e sozinha em um vasto mundo embaixo d’agua. O objetivo do jogo é encontrar uma forma de “voltar para cima”.

Quando a toda natureza evoluiu para uma forma ainda desconhecida para todos, você terá que lutar contra seres enormes e bizarros que habitam o fundo do oceano.

Narrativa intrigante, mas complexa e confusa

Para lhe contar sobre o mundo Silt, preciso dizer que ele se inspira muito em jogos como: Inside, Little Nightmares e Limbo. Esses jogos não contam com diálogos, textos e nem mesmo cores em alguns casos. Ele não faz questão de te situar sobre o lugar onde você se encontra, a única coisa que você sabe é que você está lá e precisa fugir. Para os mais ansiosos pode ser um problema, mas creio que para quem gostou desses jogos citados acima, Silt será um prato cheio!

Silt
Trecho de gameplay de Silt (Captura de Tela: Thiago Stofel)

Em Little Nightmares, por exemplo, é possível ver que existe algo acontecendo naquele lugar e de certa forma você nem deveria estar ali. Mas aqui, o jogo não consegue lhe passar uma mensagem, nem mesmo que seja nas entrelinhas. Tudo é obscuro e misterioso demais e causa certo incomodo ao ver pouco envolvimento do jogador naquele mundo. Em certos momentos eu só me senti apertando o botão pra ir pra frente e preocupado com o próximo quebra-cabeças, por que eu já não entendia o que estava acontecendo e percebi que o jogo não faria questão de me contar. Creio que o jogo estava mais preocupado em mostrar suas belas artes do que me contar um história ou deixar uma mensagem.

E devo salientar que isso é uma grande pena, esse ambiente de “perdido no fundo mar” é algo pouco explorado e aqui o jogo sabe muito bem lhe situar, mas faltou uma comunicação melhor e que se estende em outros aspectos que direi mais para frente.

Para frente, quebra-cabeças e repete

Apesar de Silt ser um jogo simples de exploração em 2d e resolução de puzzles, ele tem personalidade ao criar uma mecânica que é muito bem utilizada ao longo de todo jogo. Seu personagem possui o poder de controlar determinados animais marítimos, e fazer o uso das habilidades deles para solucionar os problemas. Por exemplo: Com a piranha você pode usar seus dentes para cortar cordas e abrir caminho, ou a enguia elétrica, com quem você pode religar objetos que antes estavam sem energia, dentre outros. Desta forma o jogo cria quebra-cabeças muito criativos que fazem sair fumacinha da cabeça, mas que trazem muita satisfação ao conclui-los.

Silt
A direção de arte do jogo é belíssima (Captura de Tela: Thiago Stofel)

Se você não tem paciência para pensar muito eu já deixo bem claro que este jogo não é para você. A resolução de puzzles é uma constante no jogo e em cada “fase” você terá um novo desafio a enfrentar. Mas para quem possui gosto com o gênero irá se deliciar, pois ele sabe trabalhar suas mecânicas para criar problemas interessantes e que me levaram a um bom tempo de pensamento.

Infelizmente para mim, o jogo é só isso. Eu digo isso por que mesmo a aventura sendo curta e os puzzles serem criativos, o game se torna cansativo após um tempo. Ainda mais se você estiver apanhando de algum puzzle ou não entendendo nada do que se passa na jornada, pois isso acaba deixando tudo vazio demais.

Silt
Explorar o fundo do mar é um tanto quanto peculiar (Thiago Stofel)

As lutas contra os chefes são absolutamente simples e de certa forma frustrantes, afinal de contas os monstros são verdadeiros titãs comparados a você, e a forma com que você luta contra eles são simples e diferentemente das fases, aqui o nível de criatividade caí bastante.

Trilha sonora?

Algo que realmente me deixou bastante frustrado foi a parte sonora de Silt, que praticamente não existe. O jogo cria muito bem uma atmosfera de tensão ao deixar o silêncio predominar e somente o barulho dos nados tomar conta do ambiente, contudo, após uma hora de jogo, só aquele barulho de água começa a incomodar. Não existe uma trilha que crie medo ou receio ao jogador, nem mesmo nos momentos de maior aflição. Eu posso estar enganado mas nem mesmo nas lutas contra os chefes eu notei uma diferença nos temas tocados.

E, novamente, citando outros títulos, a própria desenvolvedora falou no Instagram que o jogo Abzu foi uma das grandes inspirações para Silt. Contudo, Abzu faz um trabalho sonoro mais impactante, tornando a obra mais especial.

Lindo de se ver

Algo que Silt faz e está muito acima da média, é toda sua estética e parte artística. O jogo é simplesmente lindo, o desgin do mundo tem muita personalidade, os monstros são extremamente bem pensados e desenhados. Por usar a coloração em preto e branco, a atmosfera carrega um clima de tensão que torna a experiência ainda mais marcante.

Silt
Silt Gameplay (Thiago Stofel)

Localizado em Português do Brasil

Para qualquer um que já leu qualquer review que eu escrevi sabe que sempre cito este ponto. E, felizmente, Silt não deixa a desejar. O jogo está completamente localizado em Português do Brasil. Apesar de não possuir muitos textos, o título está 100% traduzido para o nosso idioma.

Vale a Pena?

Para os fãs de jogos como Little Nightmares ou Limbo, Silt pode ser uma boa pedida. Ele cria divertidos quebra-cabeças, além de explorar um tema pouco reproduzido nos jogos que é o fundo do oceano. Uma pena que, depois de um tempo, a experiência se torna bem repetitiva. O jogo não consegue mostrar mais de seu mundo e sua trilha sonora não consegue criar um clima de tensão, deixando tudo vazio demais.

Silt está disponível para Playstation 4 e 5, Xbox One, Xbox Series S/X, Nintendo Switch e PC.

6.3Pontuação do especialista
Passa de ano

Silt cria uma ótima primeira impressão ao te jogar em um mundo escuro e tenso, apresenta um leque criativo de quebra-cabeças que, aliado a sua gameplay, pode rapidamente atrair os jogadores. Mas a falta de dialogo do mundo e a repetição da mecânica base do jogo, pode deixar tudo vazio demais e causar frustação após um período de jogatina.

Narrativa
5
Gameplay
7
Trilha Sonora
5
Parte Artística
8
Positive
  • Visuais
  • Puzzles criativos
Negatives
  • Trilha pouco presente
  • Falta de diálogo com o jogador
  • Baixo Fator Replay

Essa review só foi possível graças ao envio da chave de acesso antecipado feito pela Fireshine Games, do qual somos muito agradecidos pela confiança em nosso trabalho.

Escrever
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários
Desconto em Games
Logo
RECEBA PROMOÇÕES NO SEU CELULAR
Shopping cart