Desconto em Games

Review: Potion Permit (Switch)

Potion Permit não é um jogo de fazendinha como Stardew Valley. O jogo tem características únicas. Ele apresenta sistemas que nos auxiliam na nossa estadia na ilha de Moonbury que só encontrei nele.

No game, a gente assume o controle de um alquimista da capital. Ele foi convocado com a finalidade de cuidar de Rue, a filha do prefeito. Rue estava muito doente e ninguém conseguia descobrir o que ela tinha, então o prefeito como a última tentativa mandou chamar um alquimista da capital.

Logo que chegamos na ilha percebemos que ninguém gosta da gente e nem confia em nós, tudo isso porque viemos da capital. Na ilha já existia um xamã que cuidava dos moradores quando ficam doentes. Com a chegada do alquimista, o xamã encontrou concorrência para o seu negócio, tornando-se o nosso maior rival na trama.

blank
(Captura de tela: Débora Feitosa)

Aprendemos em Potion Permit que tudo se resolve com esforço e poção, mas quase sempre com poção. À medida que prosseguimos no jogo, sempre irá aparecer pessoas pedindo favores para você como ver se o coelho está bem, carregar livros, limpar o rio poluído, espantar pragas, achar cadernos na floresta. A gente acaba virando o faz tudo da cidade, mas o nosso papel mais importante é cuidar da saúde dos moradores.

Alquimista faz tudo

No caldeirão tem um mini game de puzzle, onde cada ingrediente tem um formato diferente para encaixar no quebra cabeça. Você deve ter bastante atenção nesse momento por que existe um limite de ingredientes que podem ser colocado no caldeirão. Um caldeirão no nível máximo comporta até 10 itens, então escolha com sabedoria. Há 2 lojas que podemos upar a nossa casa, ferramentas e a clínica, todas essas melhorias, demandam dinheiro e materiais como pedra e madeira.

blank
(Captura de tela: Débora Feitosa)

Para conseguir os recursos, precisamos explorar áreas. No começo elas são bem limitadas, mas quando conseguimos a confiança dos moradores e a aprovação do prefeito, novos locais são desbloqueados. Cada uma tem um requisito de material para ser desbloqueada. Quanto mais avançamos na exploração, mais difícil fica a área, por causa dos monstros mais fortes e recursos mais difíceis de quebrar. Tome muito cuidado para não passar muito tempo no mato, atrás de ingredientes para a sua poção, por que quando o relógio bate 2h da madrugada o personagem desmaia e acorda em sua casa.

Toda vez que algum morador da ilha adoece, uma sirene toca para nos avisar e na clínica podemos diagnosticar e medicar o paciente. Para descobrir a doença devemos jogar alguns minigames como jogos de ritmo ou de memória. Quanto mais pontos fizermos nesses jogos mais satisfeitos os pacientes ficarão.

blank
(Captura de tela: Débora Feitosa)

Se não conseguirmos curar o paciente ele irá procurar outro lugar para se tratar (o xamã), e isso diminuirá a confiança que os moradores têm por nós. Cada vez que curamos um paciente sobe a nossa confiança. A confiança serve para desbloquear coisas como áreas, diálogos e eventos, então preze pela sua reputação!

Nem só de medicina vive o alquimista. Também podemos trabalhar em meio período nos correios, delegacia e na igreja. Cada trabalho de meio período gasta 2h do dia e rende um dinheirinho extra. Esse trabalho de meio período é um mini game, cada serviço tem um diferente.

blank
(Captura de tela: Débora Feitosa)

Potion Permit também nos permite pescar. O mini game de pescaria é bem interessante. O sistema é simples e relaxante. A única limitação chata é que só podemos pescar se tivermos iscas que precisam ser compradas.

blank
(Captura de tela: Débora Feitosa)

Podemos conseguir mais dinheiro com o quadro que tem dentro da prefeitura. Toda segunda-feira aparecem missões para serem realizadas no decorrer da semana. Sempre dê uma olhada nesse quadro, normalmente as missões são bem fáceis e concedem boas recompensas.

Somos criaturas sociais

O cachorro é o melhor companheiro em Potion Permit, ajudando bastante em nossa jornada. Ele consegue rastrear os NPCs, um recurso extremamente útil em virtude do tamanho da cidade do jogo. Essa inclusive é só a primeira habilidade do canino que é desbloqueada. A medida que damos comida para ele e fazemos carinho, nosso nível de amizade com a criatura aumenta, habilitando novos recursos.

blank
O Cachorro mostrando a localização de um NPC(Captura de tela: Débora Feitosa)

Para aumentar o nível de amizade com os moradores da ilha devemos conversar com eles todos os dias ou dar presentes para eles. Todos gostam do mesmo presente, é tradição local presentear pessoas que gostamos com um saquinho de especiarias, tanto que toda vez quando curamos um NPC ele nos dá um saquinho desses, o que torna bem fácil construir laços com eles.

Toda vez que subimos um nível de amizade com algum morador é liberado uma cutscene ou missão. Não se preocupe as missões são bem simples e fáceis de fazer, elas aparecerão no quadro de notícias em frente a delegacia. Toda vez que subir de nível com algum NPC, dê uma olhada no quadro para saber o que fazer.

Há um total de 6 NPCs que podem ser nosso interesse romântico, 3 meninas e 3 meninos. Todos são muito legais, mas um em específico me chamou muito a atenção. O xamã que nos odeia é um deles, é igual aquele ditado “quem desdenha quer comprar”

blank
Para de me maltratar xamã, eu sei que você me ama (Captura de tela: Débora Feitosa)

Detalhes importantes

O gráfico de Potion Permit me agrada bastante, a arte é bonita e bem-feita, creio que rodaria em qualquer computador, mas a versão de Switch há um problema, em alguns momentos o jogo trava e depois volta ao normal, esse problema de otimização não chega a atrapalhar a experiência, mas às vezes podem incomodar.

A música é muito boa, o ambiente fica agradável e aconchegante. Eu senti falta de uma música ritmada para os jogos de ritmo, o minigame acontece de modo seco sem nada para acompanhar.

Vale MUITO a pena jogar Potion Permit

O jogo é muito bom, o tempo passa e você nem ver, por que está ocupado demais tentando reformar a clínica e cuidando dos moradores. Cada NPC tem uma personalidade única e você começa a criar afeto por eles. Todos na ilha são como uma grande família e aos poucos o seu personagem também participa disso tudo. Recomendo muito para quem gosta desse estilo de jogo, se você curte Stardew Valley ou Moonlighter, pode pegar Potion Permit sem medo.

9.1Pontuação do especialista
Essencial

O jogo é essencial porque a experiência que ele transmite é muito boa e relaxante. Potion Permit é uma ótima pedida para fugir de seus problemas e apreciar a vida calma na ilha de Moonbury.

História
10
Jogabilidade
10
Desempenho
7.5
Visuais
10
Trilha Sonora
8
Pontos Positivos
  • Personagens com personalidades marcantes
  • História boa
  • Jogo todo traduzido
  • Jogabilidade simples
Pontos Negativos
  • O desempenho no Switch ainda está instável

PS: Este review foi feito com um código do Nintendo Switch cedido pela assessoria do jogo.

Escrever
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários
Desconto em Games
Logo
blank
RECEBA PROMOÇÕES NO SEU CELULAR
Shopping cart