Desconto em Games

Review | In Nightmare (PS5)

Quando falamos no gênero terror já estamos saturados com obras repetitivas e exageros sem fim, porém, como sou apaixonado por jogos de suspense, sempre dou uma oportunidade para jogá-los. Dessa vez, resolvi testar In Nightmare que aparentava ser um título promissor e que talvez pudesse mudar um pouco a reputação destes jogos. Será que In Nightmare cumpre o que promete? Senta aí, apague a luz, feche as cortinas e se prepare para mais uma análise assustadora!

Um agradecimento mais do que especial para a Maximum Games Magic Fish Studio por fornecer a cópia de acesso antecipado para que esta Review pudesse acontecer!

Pode ficar tranquilo(a), esta Review é totalmente livre de Spoilers!

Nosso pesadelo em In Nightmare começa aqui!

O que é In Nightmare

In Nightmare é um jogo de terror 3D que combina elementos stealth e possui um foco total na sua narrativa. Na trama, controlamos Bill, um garotinho que sofre com diversos pesadelos e traumas que marcaram sua infância, fazendo com que um mundo sombrio e devastador seja criado em sua mente. Seus sofrimentos acabam se tornando monstros que pretendem absorver toda a energia do garoto e mantê-lo preso em uma realidade alternativa e sobrenatural. O título explora os sentimentos do garoto através de flashbacks e cartas que são encontradas ao redor dos sonhos.

Para onde seremos levados? Onde Bill irá parar? São essas e muitas outras perguntas em In Nightmare!

Logo de início, podemos notar que a relação de Bill com seus pais é um tanto quanto conturbada, incluindo abusos nos quais ficaram marcados para sempre na vida do garoto. Vale ressaltar que o título carrega um apelo emocional muito forte e faz com que muitas pessoas sintam o sofrimento e a agonia do garoto. Enquanto convivemos com as marcas psicológicas de uma família desestruturada, precisamos escapar de monstros criados pela sua própria imaginação. Podemos contar também com uma borboleta que irá nos acompanhar durante toda a gameplay, iluminando os ambientes mais escuros para encontrar uma saída ou até mesmo uma passagem secreta. Todas as habilidades da borboleta consomem sua energia, sendo necessário coletar recipientes espalhados pelo mapa para fazer o brilho dela voltar. E aí, você está preparado para escapar do sofrimento e fazer as coisas voltarem a ser como eram antes?

Apesar de uma temática simples, achei muito interessante a abordagem do game e com certeza ele poderá ser levado para a vida real já que nos dias de hoje muitas crianças e adolescente sofrem com abusos inimagináveis das pessoas que tanto amamos.

Alguns flashbacks apresentados durante a gameplay para um melhor entendimento da narrativa

Jogo inteligente mas que peca em sua execução

Quando assisti o trailer de In Nightmare pela primeira vez fiquei empolgado pois parecia ser muito promissor, mas, infelizmente ele não foi executado da forma que eu esperava. O jogo sofre com graves problemas de desempenho no PlayStation 5 e em diversos momentos pude notar quedas bruscas de FPS que influenciam na experiência final de cada jogador. Além dos problemas graves de desempenho, o jogador também irá sofrer com o modo stealth que muitas vezes não é tão responsivo e faz com que o inimigo te encontre facilmente. Quero mencionar também sobre o pulo do personagem que não funciona muito bem, levando Bill a cair em grandes buracos. Pode parecer bobeira mas tudo isso que mencionei acima pode atrapalhar de alguma maneira e frustrar o jogador que gostaria de vivenciar a experiência de In Nightmare.

Problemas de desempenho, quedas de frames e pulo do personagem podem afetar a experiência final do jogador

Puzzles complexos

Sem dúvidas, o maior ponto positivo de In Nightmare vai justamente para os puzzles inteligentes e complexos do game. Confesso que em muitos deles quase apelei para os vídeos do YouTube para não passar raiva e avançar no game. Ao todo, 6 capítulos estão presentes no game e todos eles possuem 1 ou mais puzzles. Tive muita dificuldade no puzzle que remetia ao clássico cubo mágico e o que me fez gastar mais de 1 hora para conseguir resolver e avançar na história. Apesar de serem difíceis, são muito interessantes e bem desenvolvidos mas que podem frustrar os jogadores impacientes.

Puzzles complexos e divertidos ao mesmo tempo

Inimigos bem desenvolvidos

Os inimigos podem ser perturbadores e emitem sons sinistros, o que deixa ainda mais tenso o jogador na hora de escapar. Curiosamente, cada inimigo possui seu design monstruoso e muito diferente de todos que já estamos acostumados nos filmes, séries e jogos de televisão. Gostaria muito que os encontros com os monstros durassem ainda mais tempo durante a gameplay.

Qual será o seu próximo inimigo? Esteja preparado para tudo!

Câmera pode atrapalhar

A câmera do jogo muitas vezes pode se tornar seu maior pesadelo! Quando estamos fugindo de algum inimigo, podemos perdê-lo de vista de acordo com a movimentação descontrolada e acelerada que irá focar em outro ponto do mapa. Sofri um pouco no segundo capítulo do game quando diversos gigantes começaram a me perseguir.

A câmera poderá se tornar um pesadelo

Level Design reciclado

Quando estamos jogando, podemos notar ambientes reciclados de capítulos anteriores e alguns até vazios e sem conteúdo. Infelizmente encontrei pouco conteúdo nos mapas, tornando sempre algo sem vida e monótono. Também senti falta de me perder pelo mapa procurando itens nos quais estão próximos e completamente visíveis do jogador. Esta parte pode ser algo pessoal mas que me incomodou bastante!

Muitos ambientes parecem vazios e repetitivos

A trilha sonora de In Nightmare é envolvente

É indiscutível que a trilha sonora de In Nightmare é envolvente e deixa o jogador tenso com os barulhos dos inimigos, sendo tudo encaixado no momento certo. Vale ressaltar que as músicas do game condizem com o momento da aparição dos inimigos ou os flashbacks presentes na maior parte da gameplay.

Não vale a pena jogar In Nightmare!

É com um grande aperto no coração que encerro a Review de In Nightmare. Um jogo no qual parecia ser muito promissor mas que infelizmente peca na parte técnica, deixando a desejar com sua péssima otimização e perda total no desempenho. Tenha em mente que esta crítica será necessária justamente para o estúdio reavaliar todo o projeto (principalmente no desempenho) e não possui o objetivo de prejudicar ou ofender as pessoas envolvidas no desenvolvimento do game. Sabemos o quão importante esta Review será para o desenvolvedor e para os membros da equipe. Somos humanos e acima de tudo empenhamos amor e carinho em tudo aquilo que fazemos, o que acaba tornando ainda mais bonito o projeto da Maximum Games e a Magic Fish Studio.

4.7Pontuação do especialista
Ruim

In Nightmare procura inovar através do seu terror com elementos de Stealth mas acaba decepcionando com seus graves problemas de desempenho.

História
8
Jogabilidade
4
Gráficos
5
Desempenho
3
Trilha Sonora
8
Fator Replay
0
Pontos Positivos
  • Narrativa carregada de emoção
  • Trilha sonora envolvente
Pontos Negativos
  • Graves problemas de desempenho
  • Câmera que atrapalha o jogador
  • Level Design reciclado e vazio
  • Jogabilidade que pode incomodar

Informações adicionais

  • O jogo foi lançado oficialmente em 29 de março de 2022
  • O jogo está disponível exclusivamente para PS4 e PS5
  • Pode abordar temas sensíveis

Compre aqui

Confira mais notícias e Reviews no Blog da Desconto em Games!

Escrever
Notificação de
1 Comentário
Antigos
Novos Mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos comentários
Edward_Destan

Caramba, eu não sabia desse jogo, fiquei sabendo pela Review e me pareceu interessante, esse lance dos Monstros remeter a algo me lembra até Silent Hill, pena que o jogo tem problemas de desempenho e também acho cansativo quando reciclam muito cenários do caminho principal.

Desconto em Games
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0
RECEBA PROMOÇÕES NO SEU CELULAR
Shopping cart