Desconto em Games

Review: Fobia – St. Dinfna Hotel (PS5)

A primeira vez que ouvi falar sobre Fobia – St. Dinfna Hotel foi através de uma grande amiga que era fã e apaixonada pelo gênero terror assim como eu! Confesso que a proposta do game acabou me deixando com o pé atrás devido ao baixo orçamento e a representatividade das desenvolvedoras brasileiras que não são levadas a sério pela indústria dos games nos dias atuais. Felizmente, a Pulsatrix Studios foi capaz de provar que eu estava errado! Indo direto ao ponto, Fobia é disparado o melhor jogo de terror dos últimos anos, misturando elementos que já conhecemos de franquias populares como Resident Evil e Outlast. Com uma proposta única e inovadora, o jogo promete render diversos sustos e muitos puzzles criativos que serão capazes de tomar horas e horas de sua jogatina sem se tornar algo maçante.

Talvez esta seja uma das Reviews mais importantes que já fiz em toda minha vida, se tornando uma escrita que ficará marcada para sempre, principalmente por você ter sentado ao lado do monitor me acompanhando jogar a Demo de Fobia – St. Dinfna Hotel. Essa homenagem vai para você, meu querido gato Said que faleceu semana passada aos 19 anos de idade!

blank
Meu grande amigo, descanse em paz!

Um agradecimento mais do que especial para a Pulsatrix Studios e Maximum Games por terem fornecido a cópia do game para que esta análise pudesse acontecer!

Pode ficar tranquilo(a), esta análise é totalmente livre de SPOILERS!

blank
Nossa jornada infernal começa aqui! (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

O que é Fobia – St. Dinfna Hotel

Fobia – St. Dinfna Hotel é um jogo de terror independente brasileiro que recebeu grande destaque após diversos Streamers e YouTubers populares divulgarem e financiarem o projeto. A narrativa de Fobia conta a história de Roberto, um jornalista novato e recém-formado que recebe um convite de Stephanie para realizar uma matéria no Hotel St. Dinfna. Com diversas histórias macabras e desaparecimentos misteriosos, o hotel situado no munícipio de Treze Trilhas em Santa Catarina (SC) será parte da narrativa sinistra que o jogo oferece. Após a breve apresentação do recepcionista do Hotel, Roberto vai para seu quarto até que uma “explosão cósmica” o “captura”, acordando apenas 1 ano depois com o ambiente em ruínas. Ao explorar o local, encontramos alguns pôsteres e panfletos da Seita “Sagrada Trilha”, que será revelada futuramente ao sair do Hotel.

blank
Roberto será capaz de escapar com vida? (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Explorar o Hotel não será uma tarefa fácil e em diversos momentos o jogador irá se perder nos grandes corredores vazios de St. Dinfna. Mas não pense que a história para por aí! Em alguns momentos do game, controlamos o personagem Cristopher que irá revelar grandes detalhes da narrativa e que não devem ser mencionados para não perder a graça do game.

blank
O Hotel é enorme e fará com que o jogador se perca diversas vezes. (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Infelizmente notei que o personagem poderia ser melhor desenvolvido e utilizado apenas em Flashbacks durante a exploração no Hotel ao coletar documentos importantes para progredir na história. São poucos momentos que controlamos Cristopher, porém, são únicos e com puzzles divertidos que vão fritar e testar as suas habilidades.

Como um complemento da história, Fobia irá preencher alguns vazios da narrativa com documentos que podem ser facilmente encontrados em gavetas ou armários presentes em St. Dinfna. Lembre-se, colete o máximo de arquivos que conseguir para preencher o diário e complementar ainda mais a história desse título único e inovador do gênero terror. AH! Esteja preparado para o subsolo, onde coisas horríveis estão acontecendo!

blank
Procure sempre ler para descobrir novos segredos. (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

“A câmera conecta os mundos”

Uma das primeiras mecânicas que aprendemos em Fobia é o recurso de ligação entre 2 mundos através da câmera fotográfica de Roberto. Com ela, somos capazes de interligar o passado e o presente revelando objetos e paisagens ocultas ao redor do mapa. Esta é sem dúvidas uma das mecânicas mais divertidas que pude encontrar em jogos de terror ao longo das gerações! Arrisco a dizer que esta fórmula foi utilizada apenas em The Medium da Bloober Team para realizar objetivos simples e encontrar novos segredos.

blank
“A câmera conecta os mundos” e novos segredos serão revelados! (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

O que torna ainda mais interessante é que em todos os locais do game (literalmente) podemos utilizar a câmera e encontrar enigmas, códigos e documentos que serão de extrema importância para a progressão. Além disso, o level design muda completamente, dando a entender que estamos em uma espécie de fábrica ou laboratório. Pode ficar tranquilo(a) que em breve comentarei sobre o level design!

Armas e sistema de Upgrade

Diferente de outros jogos do gênero, Fobia – St. Dinfna Hotel leva o jogador a uma experiência de sobrevivência pura, onde nos deparamos com algumas armas que poderão ser utilizadas pelo jogador para enfrentar os inimigos e sub-chefes. Ao todo, o jogo disponibiliza 4 armas, sendo elas:

  • Pistola (M1911)
  • Escopeta (Dupla de Cano Serrado)
  • Sub Metralhadora (Sten)
  • Revolver (Magnum .357)

Um exemplo simples mas que deve ser colocado lado a lado é Outlast. O jogo conta a história do jornalista Miles Upshur que é encarregado de entrar em um manicômio e investigar os experimentos cruéis realizados em pacientes. Durante toda a jogatina não temos contato nenhum com armas ou lâminas para nos defender, tornando nossa câmera a arma da verdade. Felizmente Fobia não seguiu este padrão e inovou com um sistema de combate onde podemos realizar diversos upgrades para nossas armas.

blank
Somente armas poderosas serão capazes de derrotar os inimigos. (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Não podemos esquecer que Resident Evil 7 mantém essa fórmula desde 2017, porém, é um comparativo um tanto quanto injusto já que o orçamento do gigante da Capcom é muito maior que Fobia. Pode ter certeza que você irá se divertir tanto em Fobia que irá esquecer que ele se trata de um jogo indie.

Após falar um pouco sobre as armas, devo mencionar o sistema de upgrade para melhoria geral de seu arsenal. Para realizar um upgrade em uma arma específica, será necessário que o jogador encontre pequenos fragmentos espalhados pelo mapa, onde trocaremos a pontuação por carregamento rápido, melhoria no recuo da arma, aumento da potência da munição e muito mais!

blank
Novas melhorias podem ser feitas no inventário. (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Referências e Easter Eggs

Fobia – St. Dinfna Hotel deixa claro desde o início sobre as grandes referências e Easter Eggs que serão encontrados ao longo do game. Podemos notar grandes inspirações na franquia Resident Evil e até portas presentes no primeiro episódio da série de TV The Walking Dead. Mesmo com estas semelhanças, o jogo continua sendo original e não apela para a cópia forçada destes grandes títulos presentes no mercado. Ao explorar o Hotel, podemos notar semelhanças ao Castelo Dimitrescu de Resident Evil Village ou o clássico inventário de Resident Evil 1 e 2 com a barra verde de Stamina. Um presente e tanto para os fãs da franquia da Capcom, não é verdade?

blank
O jogo possui diversas referências e Easter Eggs! (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Puzzles inteligentes

Se tem algo que eu devo tirar o chapéu para os desenvolvedores são os puzzles inteligentes espalhados por todo o Hotel! Além disso, alguns puzzles não são obrigatórios para progredir na história mas podem ser úteis para revelar trechos da narrativa e coletar itens para melhoria de armas e munições. Durante toda a minha jogatina, avancei sem utilizar guias ou vídeos de enigmas no YouTube. Acredite em mim, alguns puzzles irão tirar você do sério e outros são tão óbvios que te deixarão com raiva após quebrar a cabeça durante horas para resolver.

blank
Puzzles que testarão sua paciência! (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Na minha opinião, o puzzle mais difícil do game é o da caixa 212 161 212, onde passei mais de 40 minutos para resolver e conseguir a bendita chave opara progredir. Caro leitor, prepare-se porquê este puzzle é algo de outro mundo! (ou talvez eu seja muito lerdo)

Gráficos e Level Design

A Pulsatrix Studios caprichou em cada milímetro do game, sempre destacando objetos de cenário, passagens e escombros que estão em seu caminho! O level design impecável remete aos jogos clássicos de terror com ambientes claramente inspirados em Resident Evil. Por contar com um excelente level design, a tendência é que o jogador acabe se perdendo diversas vezes justamente por muitas partes do Hotel serem parecidas, incluindo corredores, passagens encontradas com a câmera dimensional e o padrão de exploração de quartos e salas.

blank
Gráficos e level design são o grande destaque de Fobia. (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Os gráficos são lindos e podem ser equivalentes a títulos AAA populares com um orçamento muito maior do que Fobia. Sério, os efeitos de Ray Tracing aplicados nos pisos, telhados e estátuas são equivalentes a jogos populares que se destacam através de seus belos gráficos. Uma salva de palmas a equipe e por todo o cuidado que tiveram com o game!

Trilha e Efeitos Sonoros

Durante toda a minha exploração neste Hotel infernal, senti que estava sendo perseguido o tempo inteiro graças aos Efeitos Sonoros que foram aplicados em momentos certeiros e de pura tensão. Como o jogo não assusta o tempo todo (o famoso jump scare), muitas vezes sentimos que algo está próximo de nós e que alguma coisa muito ruim irá acontecer em breve.

Parece que escutamos barulhos de correntes ou objetos sendo arrastados pelo cenário, tornando aquele momento ainda mais tenso do que imaginamos. Mas pera aí, talvez eu acabe “bugando” sua mente agora… será que estes barulhos são reais, ou isso tudo é fruto da imaginação de Roberto?

blank
Barulhos sinistros farão parte de nossa jornada! (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Em relação a Trilha Sonora, me surpreendi em alguns pontos, porém senti que em alguns combates faltavam mais emoção para tornar uma luta épica contra os chefes. É claro que isso não irá ofuscar o brilho do jogo já que a empresa acertou em quase tudo.

Golpes e variedade de inimigos

Durante a gameplay nos deparamos com diversos inimigos repetidos, tornando um game com pouca variedade. Sinto que alguns deles poderiam ser alterados e melhor desenvolvidos como o caso dos insetos que estão presentes nas paredes e ambientes mofados do game. Além disso, os inimigos possuem poucos movimentos, sendo extremamente fáceis de esquivar já que seus ataques não variam.

blank
Inimigos posseum poucas variações de golpes (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

A Inteligência Artificial também poderá incomodar os jogadores mais exigentes, tendo em vista que alguns inimigos te ignoram facilmente com poucos metros de distância. Sendo sincero? Isso é algo que poderá ser corrigido com uma futura atualização, melhorando ainda mais este jogo magnífico!

Dublagem de Fobia – St. Dinfna Hotel

Não poderia deixar de mencionar a incrível dublagem de Cristopher, onde o dublador disponibilizou um lado emocional extremamente forte e impactante durante as falas! Infelizmente não notei a mesma emoção em outros personagens, tornando uma fala muito “robótica” e com pouca intonação. Vale ressaltar que isso não ocorre o tempo todo, portanto, não será um problema para todos os jogadores. Mas e aí? Conta pra gente o que você achou da dublagem!

Bugs e problemas de desempenho em Fobia – St. Dinfna Hotel

Durante toda minha gameplay não sofri com nenhum bug ou travamento do jogo. Uma coisa que me deixou extremamente incomodado foi o Modo Ray Tracing, no qual limitou bruscamente a quantidade de frames determinada ao jogo. Devo mencionar que os testes foram realizados com a cópia de PlayStation 5, podendo ser um ponto positivo para os jogadores de outras plataformas. Em breve farei os testes na versão de PC para tirar as conclusões finais sobre este modo.

blank
Não foram encontrados bugs durante a gameplay. (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Finais e tempo de gameplay

Fobia – St. Dinfna Hotel poderá ser concluído em 8/10 horas (primeira gameplay) e conta com um Fator Replay altíssimo para aqueles que estão em busca da platina/conquistas. Vale ressaltar que este é um dado que poderá variar de jogador para jogador.

O jogo também conta com 2 finais que deixarão os jogadores de queixo caído e revelarão fatos surpreendentes que assolam o local.

blank
Qual caminho irá seguir? (Capturado por Gabriel Petri – gspetri)

Vale MUITO a pena jogar Fobia – St. Dinfna Hotel!

Fobia – St. Dinfna Hotel é uma carta de amor para todos os fãs do gênero terror, além de inovar com mecânicas que nunca foram implementadas em outros títulos disponíveis no mercado. A proposta principal do jogo é cumprida com maestria, tendo grandes possibilidades de Fobia se tornar uma franquia oficial. Após finalizar o game, fiquei imaginando uma possível sequência e o que a empresa seria capaz de desenvolver com este universo maravilhoso. Como havia mencionado anteriormente, nenhum jogo de terror dos últimos anos chega a altura de Fobia, inovando tudo aquilo que já estamos cansados de ver. Apesar de seus problemas técnicos e variedade de inimigos, este é um título obrigatório para todos e que deverá ser jogado pelo mundo todo. Chegamos a conclusão de que devemos valorizar o mercado brasileiro e dar mais oportunidades para conhecer nossos títulos. Menções honrosas a grandes jogos brasileiros como Dodgeball Academia e Kukoos – Lost Pets!

8.9Pontuação do especialista
Excelente

Fobia – St. Dinfna Hotel é uma carta de amor para todos os fãs do gênero terror e survival horror que procuravam por novidades. Esta é a prova final que o Brasil merece um grande destaque no mercado de games mundial!

História
8.5
Jogabilidade
10
Gráficos
10
Trilha Sonora
8
Dublagem
8
Desempenho
8
Puzzles
10
Pontos Positivos
  • História envolvente
  • Gráficos e Level Design impecáveis
  • Puzzles inteligentes e variados
  • Efeitos Sonoros assustadores
Pontos Negativos
  • Pouca variedade de inimigos
  • Problemas de desempenho com Ray Tracing
  • Falta de emoção na dublagem

Compre o jogo aqui

Blog Desconto em Games

Escrever
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários
Desconto em Games
Logo
blank
RECEBA PROMOÇÕES NO SEU CELULAR
Shopping cart