Review | Apsulov: End of Gods (PS5)

Sou suspeito para comentar sobre qualquer jogo de terror, pois sou apaixonado pelo gênero e com Apsulov: End of Gods não foi diferente, eu sentia que precisava jogar e comentar sobre ele. Lançado no dia 8 de agosto de 2019 para PC e chegando somente em 27 de agosto de 2021 para todos os consoles pela Angry Demon Studio.

A morte de alguns deuses podem mudar tudo

História

Começamos a jogar com uma personagem misteriosa, na qual acorda presa em uma cadeira médica enquanto é operada por um robô, no qual não temos a identidade revelada por um bom tempo. Durante a história, recebemos uma prótese do braço chamada Jarngreipr que te dá a habilidade de derrotar inimigos e absorver energia para abrir portas. Também contamos com a prótese do olho que é usada durante os longos momentos que andamos no escuro. O jogo conta com grandes referências nórdicas e que são o maior destaque do jogo, principalmente se você gosta da cultura. Durante nossa jornada misteriosa em Apsulov, somos apresentados a Henrik, que nos fornece instruções de como escapar além de ajudar a controlar os materiais que cientistas usaram e acabaram desencadeando um apocalipse. Somos obrigados a explorar os 9 mundos de Yggdrasil e descobrir os horrores que ali habitam. Durante a gameplay, coletamos alguns comunicadores que contam alguns acontecimentos da história e que são muito importantes para o entendimento do jogo que às vezes pode ser confuso. Existem 2 finais em Apsulov, um bom e um ruim mas que são fáceis de distinguir.

Prótese de Jarngreipr

Nem tudo é perfeito…

Quando joguei, parecia que estava em um simulador de caminhada, além da pequena variedade de inimigos e a facilidade de escapar deles. A maior parte do tempo caminhamos e ficamos indo e voltando para concluir algum objetivo que muitas vezes não tem o menor sentido, além dos inimigos terem um campo de visão muito pequeno, então caso eles te vejam, logo param de te seguir. Os cenários são lindos e a cada canto que andamos ficamos impressionados com a beleza. Poucos momentos levamos sustos e alguns jumpscares já são esperados pelo jogador, fazendo com que o terror e o medo em Apsulov se torne algo menor. A dificuldade decepciona e se você espera por puzzles, pode esquecer, pois tudo é muito simples de ser resolvido. Infelizmente, podemos finalizar o jogo em menos de 3 horas mas na minha primeira jogatina levei em torno de 5 horas!

O cenário é algo memorável
O fim da vida é apenas o início

Não vale a pena jogar Apsulov: End of Gods!

Quando jogamos Apsulov, parece que estamos jogando apenas um simulador de caminhada e o que sinto falta nele é justamente momentos mais tensos e que me deixasse agoniado. O jogo apesar de seus cenários lindos, peca na história e sua pequena variedade de inimigos faz com que se torne apenas um jogo de terror genérico. Se você gosta de referências nórdicas e pretende comprar o jogo recomendo esperar uma promoção que deve vir em breve.

Você pode adquirir o jogo no link abaixo:

https://store.playstation.com/pt-br/product/UP2187-PPSA03083_00-1950767877866070/

Apaixonado por Games há 24 anos e fanático por Resident Evil. Radialista e atualmente Streamer na plataforma roxinha! Você pode entrar em contato comigo pelo Twitter: @gspetri

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Desconto em Games
Logo
Registrar Nova Conta
Redefinir Senha
RECEBA PROMOÇÕES NO SEU CELULAR
Shopping cart